Neptuno retrógrado nas casas - uma visão cármica

Neptuno retrógrado na casa 1

 

Os valores neptunianos marcam tanto mais o indivíduo quanto mais estreita for a conjunção do planeta com o Ascendente -mas como Neptuno está retrógrado, estes são valores negativos. Teria a pessoa, em seu passado anterior, esquecido ou recusado o programa espiritual em função do qual se encarnara? Refugiado nos seus sonhos, encantador, mas pusilânime ao mais alto grau, traía a todos - e a si mesmo, no fim das contas. É preciso examinar bem os aspectos recebidos por Neptuno, e também seu signo, para reencontrar exactamente o âmbito no qual actuou essa "névoa neptuniana". De qualquer modo, a única coisa a fazer agora é enfrentar bravamente as dificuldades. Ter a coragem de manter as promessas, de não mentir, de ser honesto: duro programa para um pobre neptuniano flutuante.

Lembramo-nos de que o arquiduque Rodolfo suicidou-se em Mayerling, em companhia de Maria Vetsera. Vénus, símbolo dos amores, não está tão dissonante assim, e o conjunto do mapa apresenta bons aspectos: de modo algum é um mau mapa.

Em compensação, o que é evidente é o frágil equilíbrio nervoso e men­tal da pessoa. Essa falta de juízo o tomava vulnerável às más influências das amizades: Neptuno retrógrado na casa 11 (os amigos), em oposição a Mercúrio (a inteligência), indica a volta de amizades antigas, que datam de vidas anteriores, que já haviam feito muito mal à entidade. Desta vez, ela também não resistiu aos meus conselhos! Tanto é verdade que basta um planeta retrógrado para fazer fracassar todo um programa de vida que, no entanto, era interessante. O aspecto de quincôncio (150°) indica uma escolha a fazer entre servir e morrer. Ele é "exacto" aqui, entre Sol e Lua, o que significa o quanto é poderoso. O jovem Rodolfo achou mais fácil morrer. Urano no Ascendente, em oposição a Marte, indica muita im­pulsividade, cabeçadas, e um desejo de se mostrar original, não fazendo nada que seja comum. Enfim, Júpiter é regente da casa da morte (a casa VIII, em Sagitário). Ora, o planeta está, muito frequentemente, ligado à morte - é o que constatamos nas estatísticas de mortes. Está na quadratura de Mercúrio (regente da casa I, e de Neptuno retrógrado).

0 mapa de Maria Vetsera mostra o mesmo quincôncio Sol-Lua que seu amante Rodolfo (ver o mapa deste). As ilusões neptunianas indicadas pela quadratura de Neptuno com Urano retrógrado na casa 9 tomam-se mais fortes ainda pelo fato de que Neptuno é o verdadeiro regente do mapa (regente do Sol e de Marte em Peixes, e também de Mercúrio).

Este Urano retrógrado na quadratura exacta de Neptuno parece indicar uma grande confusão nas ideias, generosas, mas nebulosas e exaltadas. E isso se confirma mais ainda pelo fato de que os signos nos quais actua essa quadratura concernem à actividade mental (Gémeos em Carneiro).

 

Neptuno retrógrado na casa 2

 

Conheci dois escroques encantadores - o charme neptuniano - que causavam estragos no sector imobiliário. Sob a capa de uma associação "com fins não lucrativos", especializada em alugueis tipo bed and breakfast, extorquiam das pessoas somas exorbitantes. Na primeira vez era caro, mas relativamente regular: o que se chama no sul a "medida de fingimento". Na segunda vez, proprietários e locatários percebiam bem que havia "alguma coisa", mas seu juízo confundido pela influência de Neptuno os fazia acreditar numa falha de organização passageira. Era preciso uma terceira vez, às vezes uma quarta, para que as vítimas enfim se apercebessem. de que haviam pago duas vezes a conta do telefone; de que a nota do bombeiro era pura fantasia (as águas duvidosas são o domínio de Neptuno!). Enfim, que a agência multiplicava por dez o preço da noite paga ao proprietário! Nossos neptunianos, abrigados por trás de sua cortina de fumaça, cuidavam bem de não extorquir os poderosos magnatas do petróleo: ganhavam dinheiro de estrangeiros sem defesa, de desempregados ou de pessoas isoladas. Em uma das suas próximas existências, terão Neptuno retrógrado.Na casa 2! Na vida actual, fizeram fortuna nas costas das pessoas pobres. Em suas próximas encarnações, estão sujeitos a ser, por sua vez, ludibriados por suas antigas vítimas, e, de qualquer modo, a passar por sérios problemas de dinheiro.

De modo geral, Neptuno retrógrado na casa 2 indica vidas passadas desonestas: trapaças, como nos casos mencionados, mas também desvios de fundos, prevaricações (abuso dos bens públicos, lucros ilícitos graças a uma alta posição administrativa.). Se Neptuno retrógrado está ligado por aspecto ou por regência dos signos a Plutão, trata-se provavelmente de actividades criminais.

É evidente que só se pode aconselhar as pessoa, na vida actual, uma rigorosa honestidade - e muitas vezes, aliás, ele já a pratica por si mesmo, em reacção contra os seus excessos passados.

É o caso de uma de minhas filhas, Gwénaelle; poderíamos confiar-lhe, com os olhos fechados, os quinhentos milhões da Begum: ela os devolveria, na hora certa, até o último centavo! No entanto, nasceu com Neptuno retrógrado na casa 11; mas esse Neptuno está em Escorpião: é provável que ela tenha tido problemas com a polícia numa vida passada. Assim, sem manifestar lembranças conscientes, decidiu de uma vez por todas manter a mais estrita honestidade financeira!

 

Neptuno retrógrado na casa 3

As "Mémoires d'un Tricheur" poderiam ter sido escritas por este nativo. Pois ele não teria nenhum escrúpulo em trapacear nos exames. Tanto na escola quanto em casa, seus irmãos e irmãs se aborreciam com as balelas que ele contava. Gracejador superficial, não pudera estabelecer nenhuma relação verdadeira com seus pares, com as pessoas de sua geração. Os hábitos de desonestidade intelectual adquiridos em sua juventude traduziram-se mais tarde numa personalidade indefinida - hoje dir-se-ia melhor, na ausência de uma verdadeira personalidade. Decepcionante para seus companheiros, para seus parentes, era um oportunista que virava casaca a todo momento (e nem sempre mesmo no sentido mais útil, de tal modo seu juízo estava confuso!). Na vida actual, duas possibilidades: ou ele continua. Ou então, tendo tomado consciência dessa lacuna, esforça-se por ser sério, enfim.

De qualquer modo, esta posição neptuniana indica um carma especial para com irmãos e irmãs, primos e condiscípulos, que a pessoa deve ajudar caridosamente.

 

Neptuno retrógrado na casa 4

As vidas passadas da pessoa, e talvez ainda a actual, são marcadas pela perda ou pela dissolução de seu lar - por razões que lhe parecem misteriosas. Num primeiro estágio, mais antigo, a entidade era responsável por isso, pois não soubera fazer reinar a confiança e a ternura em seu lar. Nessas encarnações antigas, fora a entidade que provocara a fuga do cônjuge e dos filhos, e seus embustes haviam gerado outros embustes. Na (ou nas) encarnação(ões) seguinte(s), e talvez também nesta, deve aprender que a própria base da felicidade familiar é a confiança recíproca. Nesta vida, é possível que a pessoa minta, roube e engane, sobretudo em sua juventude: assim seus pais, irmãos e irmãs perdem a confiança nele. Mais tarde, seu cônjuge será vítima desse mesmo sentimento de insegurança. A pessoa deve compreender que as traições, a fuga, a desconfiança dos outros são a consequência das suas próprias traições quotidianas. O respeito aos seus exige a rectidão com relação a eles.

 

Neptuno retrógrado na casa 5

Le Bateau Vivre - ora, é Neptuno retrógrado em Peixes! Pobre Arthur Rimbaud, tinha-o justamente na casa 5. Disso tirou uma poesia sublime - é o que poderia haver de melhor! Um outro poeta, que tinha também Neptuno retrógrado, responde-lhe: "Meu belo navio, oh, minha memória, Navegamos já o bastante Em águas difíceis de beber. Da bela aurora ao triste anoitecer.” O próprio título do poema Alcools é destilado, evidentemente, por Neptuno (o planeta é o símbolo da "bebida"). Em Apollinaire, Neptuno recebe uma quadratura de Mercúrio (a inteligência e toda a mente)! Se o seu Neptuno não está na casa 5, como o de Rimbaud, o Mercúrio de Apollinaire está em Leão (signo em analogia com a casa 5). E, de facto, tanto em um homem como no outro, a vida amorosa foi tumultuada e cheia de decepções: ligação desastrosa de Rimbaud com Verlaine, múltiplas ligações de Apollinaire, que terminavam sempre mal e de onde ele tirava cada vez um poema (o mais belo é talvez a famosa Chanson du mal-aimé. Nem um nem outro conseguiu estabelecer um lar normal, nem criar filhos. Pois a casa V, assim como Leão, descreve os amores e os filhos da pessoa.
Enfim, sabe-se que Peixes, regido por Neptuno, é a prisão do Zodíaco (ou
o hospital). Ora, Rimbaud morreu no hospital de Marselha, e Apollinaire foi encarcerado. Esses neptunianos que se deixam naufragar são muito desanimadores para os seus parentes. Que o nosso leitor não se desespere se tiver Neptuno retrógrado na casa 5: talvez ele não tenha o génio de Rimbaud ou de Apollinaire. mas também provavelmente escapará desse destino trágico! Entretanto, essa posição indica, nas vidas passadas, um comportamento no âmbito sexual baseado unicamente nas emoções e nas satisfações. Uma infalível fuga diante das responsabilidades para com o parceiro amoroso - uma tendência a enganá-lo, a jogar jogo duplo e a mentir-lhe. Assim, a pessoa passará, nesta vida, Quatro planetas retrógrados indicam aqui um carma bastante pesado, o peso de um passado ao qual Rimbaud tentou escapar. sem grande sucesso. A Lua e Vénus em conjunção na casa 11, em Balança-Virgem (signo feminino), sugerem que a última encarnação, imediatamente anterior, teria sido feminina - daí as tendências homossexuais da pessoa. A vida precedente parece também ter sido vivida como artista, tendo sido criadora, mas boémia. Talentos e defeitos que se prolongaram sob uma outra forma na encarnação conhecida como Arthur Rimbaud. As relações amorosas e conjugais foram muito mal vividas nas existências anteriores (planetas retrógrados nas casas em questão, a 6 e a 8) por algumas decepções amorosas. Esta mesma tendência a querer as rosas sem os espinhos, as vantagens sem as responsabilidades manifestou-se outrora para com seus filhos: omissão paterna ou materna, abusos sexuais com menores etc. A pessoa corrigirá seu carma obrigando-se a um enorme respeito pelas pessoas, quer sejam estas crianças ou parceiros amorosos. Deverá também pôr ordem nos seus lazeres, que tendem a ser anárquicos. Enfim, vencerá melhor as dificuldades escolhendo um(a) parceiro(a) que tenha um nível espiritual elevado (e uma vocação de tábua de salvação!).

 

Neptuno retrógrado na casa 6

A pessoa, nas encarnações passadas, não tinha assimilado a noção de colaboração, e as consequências desta no trabalho quotidiano. Só tinha em vista seus interesses imediatos! Esta posição planetária sugere uma falta de disciplina no trabalho, um carácter confuso, preguiçoso e ineficaz. É muito provável que nas vidas passadas a pessoa tenha sido sempre um doente amargurado, que não aceitava sua doença.

Possível também que tenha gozado de boa saúde, e tenha abusado desta; que tenha dispersado suas energias em diversas actividades inúteis e malsãs, ou que se tenha dado à bebida, à droga e a diversos excessos. Nesta vida, ainda sofre as consequências disso. E comum encontrarem-se os nativos actualmente nascidos com Neptuno retrógrado na casa 6 acometidos de uma doença crónica. O sistema ou os órgãos em questão serão descritos pelos signos na 7 e na 12, e pelos aspectos recebidos dos diversos planetas.

Todas as doenças nascem no corpo etéreo do qual o corpo físico é apenas a materialização. Assim, a pessoa deverá cuidar não só do seu corpo físico, mas sobretudo de seu corpo etéreo e de seu corpo espiritual. Este neptuniano tem uma sensibilidade às drogas que irá desconcertar os médicos. Sensível às epidemias, à menor contrariedade, e também à angústia dos outros, ele será muito melhor tratado com remédios brandos.

Recuperando a saúde por esses meios, poderá enfim colocar-se a serviço dos outros - e talvez mesmo dos doentes, se tiver ficado mais forte (mas apenas se atingir uma certa maturidade espiritual). Pode também engajar-se num combate para melhorar a vida quotidiana dos trabalhadores - mas deve fazer tudo num espírito de doação sem retorno, sem cultivar a amargura quando as pessoas são ingratas. Dedicar-se desinteressadamente irá melhorar muito sua saúde.

 

Neptuno retrógrado na casa 7

É uma indicação provável de dois ou vários casamentos: na verdade, no início de sua vida, esta pessoa arrisca uma união sobre bases ruins. Seja enganando o cônjuge, seja ele próprio sendo enganado; ou ainda pode descobrir que, apesar da aliança no dedo, seu cônjuge lhe escondeu algo. Cai das nuvens ao descobrir que o casamento não é, de modo algum, o que pensara! Grande desilusão! Ela provém de vidas anteriores nas quais o própria pessoa enganara, traíra ou desprezara um cônjuge. Nunca ouvia as queixas do outro, não tinha qualquer compaixão pelos seus sofrimentos, e só pensava em si. Por outro lado, o que acontece no casamento ocorre também em todas as associações de negócios: a pessoa foi um mau parceiro numa vida anterior, e na actual reencontra os associados que traíra, enganara ou decepcionara. Que tome cuidado, nesta vida, com os contratos que assinar.
Deve-se aconselhar actualmente um nativo com Neptuno retrógrado na 7 a se casar? Muitas vezes não (segundo os aspectos do planeta, e os signos
em questão). Sim, se a pessoa tomou realmente consciência dessa fraqueza; sim, se ele sofreu o bastante para decidir ser agora, enfim, um bom cônjuge -isto é, alguém que age com um grande respeito pelo outro; sim, se a pessoa, consciente desse pesado carma, empreende ao mesmo tempo um trabalho de pesquisa espiritual e um trabalho de terapia em cima das suas más reacções emocionais. E preciso também que ele encontre um cônjuge bastante avançado espiritualmente para compreendê-lo, e bastante forte para sustentar seus esforços. Senão, é um inferno. do qual a pessoa sai com um divórcio, na melhor das hipóteses; na pior, evade-se na bebida, na droga e em todas as fugas neptunianas descritas neste capítulo!

 

Neptuno retrógrado na casa 8

Uma de minhas irmãs nasceu com esta posição: ela tem grande aptidão para a música, pois Neptuno na casa 8 percebe a música das esferas celestes, sobretudo se está bem aspectado por Vénus e Urano em Touro (como neste caso). Entretanto, minha irmã demonstra uma enorme desconfiança para com tudo o que se assemelha, de perto ou de longe, ao esoterismo, ao ocultismo e à astrologia! Por quê?

Esses nativos que têm Neptuno não só na casa 8, mas também retrógrado, têm por trás de si vidas passadas obscurecidas pela feitiçaria, pela magia negra e pela frequência a seitas satânicas, e até mesmo pela possessão diabólica. Mesmo sem chegar até aí, é certo que utilizaram seus dons psi para fins maléficos: explorar a credulidade pública, garantir a promoção social, ludibriar os incautos.

Quando falo de feitiçaria, isso pode parecer talvez muito exagerado, ou muito distante. Entretanto, as sociedades que nos precederam praticaram incríveis horrores, com o pretexto da religião. Se a Bíblia evoca com frequência os "Baals", fenícios sequiosos de sangue humano, há ainda, mais perto de nós, sombrias histórias, para citar apenas os HashâshIn (ou assassinos), os esquadrões da morte, sem falar na Inquisição, nos vampiros etc. Muitos de nós já mergulhamos em uma ou outra das suas vidas anteriores!

Assim, o pobre nativo que desembarca nesta vida com essas vis lembranças irá comportar-se de duas maneiras: ou bem não compreendeu ainda inteiramente, e continua a se deixar seduzir por profetas duvidosos e por seitas estranhas; ou então mantém-se afastado, prudentemente, para não recair nas armadilhas de outrora.
Se prática uma religião, será agarrando-se à tradição, de tal modo está tomado pelo medo de se desviar. Aderirá a credos bastante reaccionários mas tão tranquilizadores! Esses
ferozes defensores do passado, frequentemente muito agressivos, pretendem ser os únicos "herdeiros" espirituais dos Patronos fundadores das suas igrejas. As perseguições não ensinam grande coisa a esses fanáticos. Eles têm diante deles um belo programa de reencarnações! (Observe-se que Monsenhor Lefèvre, principal líder dos católicos tradicionalistas, nasceu em 1905, com Neptuno retrógrado na casa 8 . e, evidentemente, em Caranguejo - signo da Tradição!)Enfim, sendo a casa VIII a das heranças - tanto espirituais quanto temporais - a pessoa terá provavelmente mostrado aí tanta avidez em suas vidas anteriores, que terá espoliado seus co-herdeiros, tomando para si a parte do leão!

Nesta vida, as perdas de herança o fazem reflectir sobre as responsabilidades que o dinheiro acarreta. Alguns nem sempre compreendem isso e desenvolvem um complexo de perseguição, julgando que seus irmãos e irmãs os "despojaram" dos seus direitos "naturais" a herdar. Assim, não se pode negociar com eles, pois suas reacções passionais tornam impossível qualquer acordo.

 

Neptuno retrógrado na casa 9

Dizendo esta casa respeito também à religião, e a qualquer pesquisa espiritual, vejam o que foi dito sobre isso no parágrafo anterior. É muito provável que a pessoa tenha demonstrado, quer muita confusão, quer uma grande intransigência, em suas existências passadas. Em virtude dessa intolerância, faltara-lhe compaixão. Talvez tenha sido sacerdote, ou alto dignitário de uma igreja, e não tivesse trazido aos fiéis o auxílio que estes tinham direito a esperar dele.

Deverá, nesta vida, abrir seu espírito, compreender que os muros que separam as igrejas não sobem até o céu. Liquidará seu carma procurando informar-se o mais ampla e honestamente possível, e compreenderá que, se a letra mata, o espírito vivifica (esta palavra foi escrita especialmente para ele!). Em suas vidas anteriores, vividas no estrangeiro, e no país precisado pelo signo que se encontra nesta casa IX, Neptuno indica, em todo caso, que a entidade fugira na verdadeira pesquisa espiritual (que não se deixa encerrar nos dogmas).

Talvez inúmeras viagens tivessem constituído o pretexto para essa recusa das responsabilidades. Que a pessoa, em sua encarnação actual, não julgue nem condene ninguém!

 

Neptuno retrógrado na casa 10

Nos séculos passados, a entidade deteve o poder, e não fez bom  uso dele. Como se trata do místico Neptuno, este poder era, talvez, de carácter religioso, ou ligado a uma religião, uma doutrina - como, por exemplo, certos chefes de Estado actuais em torno do Mediterrâneo e do golfo Pérsico. Um poder oficial combinado com um poder religioso toma-se extremamente forte: a entidade não havia conservado o espírito de colaboração e amabilidade para com seus irmãos humanos; transformou-se pouco a pouco em ditador, sempre em nome de uma mística. Daí as suas dificuldades profissionais hoje: orientação difícil entre várias profissões, patrões odiosos que a perseguem, trapaças no emprego. Se a entidade não tirou uma lição suficiente das suas vidas passadas, seus superiores, até mesmo os melhores, irão recusar-lhe a confiança.

Mas é possível também que, tendo compreendido, a entidade seja perfeitamente íntegra - embora ela deva ainda liquidar algumas dívidas para com aqueles que lesara anteriormente. Isso se traduz por desilusões nos seus sucessivos empregos. A entidade deverá então desenvolver uma atitude de desprendimento com relação à vida profissional. Se conseguir, pela inte­gridade, inspirar confiança, é capaz de ir longe, pois desde muitas vidas passadas tem a experiência das responsabilidades superiores. Seria ela o Sacerdote Rei na Atlântida, Faraó ou Rainha no Egipto? Um exemplo de Neptuno retrógrado na casa 10: Talleyrand (é preciso que se diga que ter um patrão como Napoleão não era uma sinecura!).

 

Neptuno retrógrado na casa 11

Já vimos outros planetas retrógrados nesta casa: eles revelam um desco­nhecimento dos valores da amizade nas vidas passadas. Neptuno acrescenta aí um matiz de traição: a entidade seduzia as pessoas, fazia amigos facilmente. E depois usava-os. Como uma fruta espremida até o bagaço, o amigo era abandonado quando não tinha mais nada a oferecer. Todos nós conhecemos pessoas desse tipo, viscosas como medusas: quando se trata de uma brilhante recepção, eles correm; mas quando o anfitrião, arruinado, está no hospital ou na prisão, quem irá visitá-lo? Certamente não nossos neptunianos parasitas!
Conheço actualmente várias pessoas que, apesar de honestas e dedicadas, não conseguem fazer amigos: todas as suas amizades terminam rapidamente, ou desaparecem misteriosamente. Os nativos nem sempre são responsáveis por isso nesta vida; mas certamente o foram, em vidas passadas: trata-se de velhas dívidas cármicas.
Não são as mesmas leis que as do amor (já que a casa 10 está oposta à 5); mas a incapacidade de ser um bom amigo leal e fiel acarreta, também, alongo
prazo, a incapacidade de ser um amante fiel. A morte dos amores e a morte das amizades têm directamente e indirectamente as mesmas causas.

De qualquer modo, Neptuno retrógrado na casa 11 mostra vidas passadas nas quais a pessoa se deixara seduzir por amigos instáveis, desonestos, de ideias confusas e nebulosas. Se Plutão e Escorpião estão em relação por aspecto ou por regência, a entidade esteve ligada a grupos criminosos. Evidentemente, esses mesmos amigos desastrosos retornarão nesta vida actual: a entidade deverá então mostrar muito bom-senso na escolha dos que a cercam.

 

Neptuno retrógrado na casa 12

 

Neptuno está aqui, normalmente, em sua casa titular, aquela que corresponde ao signo de Peixes. Daí sua importância. A pessoa nascida com Neptuno retrógrado na 12 é uma alma velhíssima, que chega no fim de um ciclo. A entidade encarnou-se pelo menos 11 vezes anteriormente, e experimentou um ciclo zodiacal completo. Entretanto, algo não foi perfeito: como a casa 12 está ligada à 6 (o auxílio) e representa a caridade universal, é provável que a entidade não tenha prestado os serviços que lhe eram solicitados - de qualquer modo, não na perspectiva espiritual necessária. Esta posição planetária indica que a pessoa fora escolhida como mensageiro espiritual -e havia abusado disso. Desta vez ainda, a mesma oportunidade lhe é dada: levar alegria, amor e luz aos outros. Programa belo e difícil, que implica muitos sacrifícios.

 

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira

Actualizado em Domingo, 08 Abril 2007 13:59  

Receba os artigos

Insira o seu e-mail para receber semanalmente os novos artigos.

Aprendizagem / Convívio

Fórum

Áudio, vídeos e fotos

Vídeos
Galeria

Este site / Feeds

Mapa do site
FeedsRSS

Parcerias